A Volta ao Mundo da Amizade

Não me canso de comentar sobre a importante diferença que os amigos fizeram durante meu intercâmbio. Na vida são poucos os amigos de verdade, sempre acabamos conhecendo alguém aqui, outro lá, mas muitas vezes podemos contar nos dedos, quem sabe de uma mão só, os verdadeiros amigos, aqueles que na alegria e na tristeza (sem querer fazer referência ao voto de matrimônio, mas já fazendo) vão estar ao nosso lado.

Obviamente muitas das amizades que fiz durante o tempo que passei em Toronto serão mantidas apenas pela internet, claro que não faltaram convites aos interessados em conhecer o Brasil e a cultura gaúcha e posso dizer o mesmo da parte deles. Porém, sabemos que milhares de quilômetros separam o Brasill da Europa e mais ainda da Ásia, considerando também que tudo depende de vários fatores, principalmente capital financeiro, afinal, são poucos os que tem a sorte de pertencer a famílias abastadas, a maioria se iguala a minha pessoa, tenta trabalhar pelo próprio sustenso e em partes é ajudado pelos pais.

Essa semana o pessoal resolveu desenhar um mapa lá na Hansa, preenchendo as áreas referentes aos países com os nomes dos estudantes que pertencem a cada nação. Não foi nada planejado, apenas uma brincadeira entre um grupo de amigos, na realidade o pessoal mais conhecido da menina que projetou o desenho. Fiquei muito feliz, pois mesmo já estando distante, também fui lembrado:

Pelo que entendi, a ideia deles seria fazer uma “volta ao mundo”, passando por todas os países marcados, visitando cada um dos amigos descritos, algo como “Around the World of Friendship”, conforme descrevi no título da postagem.

Leave a Reply

Busca