O mar cura e renova

Certa vez, quando eu era criança, indo à praia com minha família, reclamei que eu estava com um machucado no pé — coisa pequena, era apenas um arranhão — e que por isso não poderia entrar na água. Meu pai disse que não era nada, pois o mar cura as feridas do corpo.

Daí pra frente, comecei a observar o comportamento da pele quando entra em contato com o mar e seus efeitos benéficos. Confirmei que sempre que havia um machucadinho, durante os dias que passávamos na praia, ele realmente sarava mais rápido. Isso devido as propriedades antissépticas e desinfetantes que essa água oferece. Afinal, ela é repleta de minerais como sódio, potássio, iodo, zinco, silício e magnésio.

Praia e Mar

No feriado do dia 12 de outubro, fomos à praia. Já fazia uns 4 anos desde a última vez que eu e a @bibspotter havíamos ido e certamente uns 14 anos desde a última vez que eu fiz um longa caminhada pela beira do mar. Dessa vez, nos demos esse luxo. Caminhar sem rumo e sem destino. E eu já havia esquecido de como isso é bom.

A água do mar, além das suas propriedades cicatrizantes, como comentei, também ajuda a aliviar a tensão muscular, o estresse e a ansiedade. É terapêutico. Promove uma sensação de bem-estar.

E foi isso que aconteceu comigo. Enquanto caminhávamos sob a areia, as ondas vinham e batiam nos nossos pés. Nisso, uma percepção boa de renovação e esperança brotou dentro de mim. Algo revigorante, que me permitiu pensar e fazer planos. Foi um momento muito bom que eu não vivenciava há anos.

Por isso, recomendo o mar, pois ele tem o poder de curar e renovar.

Leave a Reply

Busca