Archive for the ‘Reflexão’ Category

4 ensinamentos que você pode tirar de Tetris

4_ensinamentos_do_tetris

Tetris é um mito!

Pessoa preguiçosa para um trabalho difícil

pessoa_preguiçosa_trabalho_dificil

“Eu sempre escolho uma pessoa preguiçosa para fazer um trabalho difícil. Porque ela encontrará uma forma fácil de fazê-lo.” – Bill Gates

Fonte: Portal Administradores via Instagram

Caminho mais fácil x mais difícil

main_street_road_less_traveled

Por sinal, ainda hoje durante uma reunião que tivemos na empresa, ouvi de um gestor uma frase que vai muito ao encontro da mensagem passada pela imagem acima: “Mares calmos não formam bons marinheiros”.

#FicaDica

10 coisas que não exigem talento

10_coisas_que_nao_exigem_talentoSer pontual | Ser ético no trabalho | Empenho | Linguagem corporal | Energia | Atitude | Paixão | Vontade de aprender | Fazer mais que o esperado | Estar preparado

= ]

Otimistas e Pessimistas

otimistas_pessimistas

“Otimistas demais não enxergam o abismo. Pessimistas demais não percebem que dá para atravessar.”

Fonte: Portal Administradores via Instagram

Conhecimento x Experiência

knowledge_vs_experience

Acho que essa imagem ilustra bem a realidade. Dispensa comentários!

Ei, senhor cobrador

“Pagueee o aluguéeeel!!!”. Na realidade não é bem desse tipo de cobrador que eu queria falar. Melhor deixar o senhor Madruga e as dívidas dele pra outra postagem. Nessa aqui eu quero falar sobre cobradores de ônibus.

Sim, aquelas pessoas que ficam sentadas de lado naqueles bancos grandões dos ônibus, só observando você passar e quando muito cobrando os trocados da passagem, já que muitos passageiros hoje já pagam com cartão. Não tenho nada contra os cobradores. É uma função digna como qualquer outra. Simpatizo com aqueles que tentam ser solícitos as pessoas idosas e com necessidades, além daqueles que tentam ajudar as senhoras que querem passar na roleta abarrotadas de sacolas com compras do supermercado. Meu problema é com aqueles que mal abrem a boca pra responder quando são questionados e que ficam o tempo todo com cara feia como se aquele estivesse sendo o pior dia da vida deles.

cara_feia_cobrador_onibusImagem: mediarfamilia.com.br

Concordo que não é sempre que acordamos em um bom dia. Eu mesmo admito que já passei por algumas situações no trabalho, nas quais poderia ter tratado melhor meus colegas ou tentado ser mais prestativo. Mas isso não é sempre. Foi um dia ou um momento fora do comum. Talvez eu estivesse estressado com algum problema do próprio trabalho, com muitas tarefas pra concluir ou mesmo preocupado com as horas extras que teria que cumprir naquele dia. Mas volto a dizer, esse foi um acontecimento fora do comum.

O problema são pessoas que vivem sempre dessa maneira, como muitos cobradores de ônibus que já vi. Claro que eles também sofrem pressão, ficam nervosos e irritados com o trabalho e tem aflições tanto na vida profissional quanto na vida pessoal, mas não acho que justifique tanto rancor. Não vejo motivos para estarem sempre com a cara amarrada e principalmente que não respondam com boa vontade qualquer questionamento feito por algum passageiro perdido e em busca de informações. E o mesmo vale aos motoristas. Sabemos que muitos fazem papel dobrado, dirigindo e cobrando ao mesmo tempo, mas reforço que não há motivos para tanto rancor. Já temos muita coisa pra mudar nesse muito que não dependem apenas de boa vontade, mas quanto as que estão no alcance das pessoas, como essa, não custa tentar melhorar.

Meninas, cuidado com os piercings

Credo! Esse título até parece que saiu de um blog de moda ou coisa parecida. Mas achei bem clichê e ao mesmo tempo até um pouco bizarro, o que torna tudo muito irônico. Bom, enfim. Quero compartilhar com a galera um fato que aconteceu com a minha namorada alguns dias atrás e que vale como ponto de atenção as meninas (e talvez meninos também, pois vai saber…).

Ela estava com ideia de colocar um piercing. Não sendo aqueles de nariz (tudo bem, acho que até seria negociável), por mim, sem problemas. Apoiei a decisão. Fomos ao estúdio e em questão de minutos estava pronto. Uma joia bem legal em formato de crucifixo, produzida em aço cirúrgico. Até aí tudo certo. Os problemas começaram quando ela percebeu que não conseguiria colocar os óculos porque machucaria a orelha que segundo ela estava doendo muito. Quando chegamos em casa, ela começou a fazer uma compressas com água e sal (recomendação da guria que colocou o piercing), pois acho que aliviaria a dor e ajudaria na cicatrização.

piercing_macaroni

Passados um, dois, três dias e o negócio não tinha jeito de se aquietar. Ela reclamava muito de dor. Disse que faria mais umas trinta tatuagens de coruja, igual a que tem na perna, que por sinal, é grande e colorida pra chuchu, em troca de colocar outro piercing.

No quarto dia ela pediu arrego. Não aguentava mais. E com razão, pois estava ficando até perigoso deixar a joia no lugar. Falando com a moça que fez a aplicação, a orientação foi remover com urgência.

piercing_bianca

Como estava a situação horas antes da remoção

É claro que essa situação foi bastante atípica, afinal, tem tanta gente que coloca piercing nos lugares mais inusitados, sem choro ou arrependimento. Mas como dizia uma professora ainda da época de escola: “cada caso é um caso”. Por isso vale pensar e repensar todos os riscos antes de fazer essa escolha.

Gentileza gera gentileza

how_much_do_you_wanna_pay_for_a_coffeeHow much do you wanna pay for a small coffee???

E aí, será que vale pedir com jeitinho?

Fonte: 9gag via Instagram

A tal da “deadline”

deadlinePorque ainda falta muuuuitoo tempo…

Busca